A Sedutora Mentira!

A Sedutora Mentira!

A sedutora mentira

Todo cristão sabe do peso da mentira e como as suas consequências podem ser avassaladoras na vida de uma pessoa. Somos ensinados na Igreja que Deus odeia a mentira e que devemos ter o compromisso com a verdade.
Mas será que vivemos na prática o que nos foi ensidado na teoria? Será que de fato temos o entendimento do que a mentira acarreta no mundo espiritual?
Creio que nós sabemos que não devemos mentir, e até buscamos (ou tentamos) falar e agir com a verdade. Mas tenho sentido um incômodo muito grande para falar acerca das "meias verdades" ou das "mentirinhas" e "justificativas" que tanto usamos no nosso dia a dia, inclusive por nós, cristãos.
Até conseguimos nos convencer da necessidade de faltar com a verdade, achando que Deus irá entender o motivo, ou até tolerar nossa mentirinha, que não é tão grave assim. A mentira é sedutora, aparentemente mais fácil e cheia de vantagem.

Meus amados, deixa eu falar uma coisa para vocês. NÃO existe, para o Senhor, escala de pecado, assim como não existe graus de mentira. Mentira grande, média, pequena, pequenininha, TUDO é mentira.

NENHUMA mentira é inofensiva, e creio que essa é a estratégia mais sutil e ardilosa que satanás usa nas mentes dos cristãos. O Senhor não faz concessões com a mentira, mesmo que você consiga se convencer (e até convencer a outros) da necessidade para mentir, do "bem praticado" ao mentir. Deus ODEIA e mentira, em toda sua essência, seja ela uma mentirinha ou não.
Deus habita na verdade, e tudo que se afasta da verdade (pelas metades ou por inteiro), automaticamente se afasta de Deus. Então, quando praticamos a mentira, nos afastamos de Deus.
A Igreja precisa abrir os olhos espirituais para um pecado tão entranhado no nosso dia a dia, muitas vezes tido como "inocente". Mentimos para não ferir alguém, mentimos para não ouvir alguma reclamação, mentimos para não nos prejudicar, mentimos até mesmo sem perceber. Muitas vezes a mentirinha já está no automático. E nosso coração não pode ficar anestesiado com o engano, como se fizesse parte de nós.
Se somos parte de Cristo, precisamos rejeitar toda e qualquer mentira, e buscar o compromisso com a verdade. Numa situação difícil, onde o caminho mais fácil será mentir, busque o discernimento do Espírito de Deus para lhe dar sabedoria do que falar e como falar. Mas não ceda às armadilhas da mentira, por menor que seja.
Sabemos que o pai da mentira é o diabo, mas nos esquecemos que, no mundo espiritual, damos forças e ele quando palavras mentirosas saem de nossa boca. Abrimos brechas, damos legalidade ao mal.
Muitas vezes começamos falando as "mentirinhas" e, quando nos damos conta, já estamos enlaçados na rede de mentiras, sem nem saber como sair de lá.

Repito, meus amados, não existe mentira inocente. Mentira é mentira, em todos os seus "níveis", e nós, como cristãos, devemos vigiar e repreender tudo que possa sair de nossas bocas que não seja verdadeiro. Não devemos nos conformar JAMAIS com a mentira, nem podemos ser condescendentes com ela. Temos que buscar sempre o compromisso com a verdade, pois é nela que nosso Deus habita.

A palavra de Deus é bem direta acerca da mentira, o que reforça o entendimento de que Deus NÃO compactua com nada que não seja a verdade. Vejamos alguns trechos bíblicos nos quais somos advertidos sobre a prática da mentira.


Não mintam uns aos outros, visto que vocês já se despiram do velho homem com suas práticas e se revestiram do novo, o qual está sendo renovado em conhecimento, à imagem do seu Criador.
Colossenses 3:9-10

O Senhor odeia os lábios mentirosos,mas se deleita com os que falam a verdade.
Provérbios 12:22

Há seis coisas que o Senhor odeia, sete coisas que ele detesta: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, coração que traça planos perversos, pés que se apressam para fazer o mal, a testemunha falsa que espalha mentiras e aquele que provoca discórdia entre irmãos.
Provérbios 6:16-19

Fora ficam os cães, os que praticam feitiçaria, os que cometem imoralidades sexuais, os assassinos, os idólatras e todos os que amam e praticam a mentira.
Apocalipse 22:15

"A língua deles é como um arco pronto para atirar.
É a falsidade, não a verdade, que prevalece nesta terra.
Eles vão de um crime a outro; eles não me reconhecem", declara o Senhor. "Cuidado com os seus amigos, não confie em seus parentes.
Porque cada parente é um enganador, e cada amigo um caluniador. Amigo engana amigo, ninguém fala a verdade.
Eles treinaram a língua para mentir; e, sendo perversos, eles se cansam demais para se converterem. De opressão em opressão, de engano em engano, eles se recusam a reconhecer-me", declara o Senhor.
Jeremias 9:3-6

Quem pratica a fraude não habitará no meu santuário; o mentiroso não permanecerá na minha presença.
Salmos 101:7

Não furtem.
Não mintam.
Não enganem uns aos outros.
Levítico 19:11

Vocês pertencem ao pai de vocês, o Diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira.
João 8:44


A Bíblia é bem clara sobre a origem da mentira.  O pai da mentira, isto é, o seu criador, é o diabo. É nele que está sua origem. A palavra diabo é originária do grego diábolos, que significa caluniador ou acusador.
A estratégia do diabo é transfomar aquilo que Deus diz através de sua Palavra, e dizer: “Não é bem assim, é óbvio que você pode fazer de outro jeito”, "não precisa falar isso, você vai se complicar", "pra que falar toda a verdade? Diga só uma parte", etc.
No diabo não há verdade. A única linguagem que ele conhece é a mentira. Levando em consideração que o sistema de vida do “mundo” está sob seu domínio, ele se utiliza de diversos elementos para nos enganar e nos induzir a mentir.
Ele sabe que temos o péssimo hábito de escalonar pecado, assim como graduar a mentira, como se tivessem vários graus de mentira. Das pequenininhas às enormes. Fugimos das grandes mentiras, na maior parte do tempo, porque elas nos fazem entender que é pecado. Mas somos muito flexíveis com a pequenas, como se para Deus houvesse escala de "pecadão, pecado e pecadinho".
Assim, a sutileza do diabo é induzir o cristão a cometer as pequenas mentiras, achando que assim não estarão pecando contra Deus. Ledo engano. Isso não existe, tudo é pecado e, consequentemente, nos faz afastar da presença do nosso Senhor.
Não nos esqueçamos que o inimigo é sutil, e é sempre nas pequenas coisas que ele começa a atuar, a agir. Porque assim passamos a ficar acostumados com o "errinho", com a "mentirinha", com o "enganozinho", nos justificando do porquê dessas escolhas. Não há NADA que justifique, não se engane!
Não podemos mentir! Somos testemunhas de Jesus, que é a expressão da luz e da verdade. Nele não há nenhuma “treva”, ou engano, de acordo com I João 1.5.
Por isso, nenhuma manifestação da mentira, "seja em qualquer grau que for", deve ser encontrada nas áreas das nossas vidas. Isso porque nós, cristãos, somos membros do corpo de Cristo, a Igreja. Somos sal e luz! E devemos agir com a verdade em todas as circunstâncias, para sermos verdadeiramente libertos.

E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.
João 8:32

Qualquer cristão que seja dependente ou praticante da mentira precisa se arrepender e abandonar tal prática, pois, se somos filhos de Deus, servos, devemos nos afastar de tudo que Deus odeia. E devemos, de igual modo, odiar a mentira!!!

Não se deixe levar pela mentira, pelo engano. Medite constantemente na Palavra de Deus, em oração, e peça sempre discernimento ao Espírito Santo para compreender a vontade de Deus, em todos os aspectos de sua vida.
Que você possa ter esse entendimento, como eu tive, e busque de todo o seu coração a não se conformar com a mentira, e a rejeitá-la por amor a Jesus, para que assim possamos nos aproximar cada dia mais de Deus.

 

Dra. Larissa Vieira Motta

Dra. Larissa Vieira Motta – Advogada Trabalhista -

                    Membro da PIBPC                                                                    

                   

Share