Enchei-vos do Espírito

Enchei-vos do Espírito

Enchei-vos do Espírito

Em Efésios 5:18  lemos uma recomendação de Paulo que devíamos ser cheios do Espírito e não sermos embriagados e dominados  pelo vinho.

Embriagar é ser cheio daquilo que  nos domina e tira nosso controle.  Paulo aqui nos ensina a não sermos embriagados ou dominados por nada senão pelo Espírito Santo.

Além do vinho, embriagamo-nos com nossos DESEJOS e AMBIÇÕES DESENFREADAS;  com nossa RAZÃO e JUSTIÇA PRÓPRIA; com nosso ORGULHO e SOBERBA.  O EU domina minha vida. Sou Cheio do meu EU e não do Espírito Santo.

 O que é ser cheio do Espírito? Quem é o Espírito Santo? Por que ser cheio do Espírito Santo?

Que é ser cheio do Espírito Santo? É ter dons espirituais somente? É mais que isso… É ser guiado totalmente, é ser  submisso totalmente ao Espírito Santo, é ter um relacionamento íntimo com o Espírito Santo porque Ele é uma Pessoa. Divina mas uma pessoa. E uma pessoa significa que não é  uma sensação ou uma manifestação. Sensações e manifestações  simbolizam a presença Dele, mas não são Ele. Ele é uma PESSOA DIVINA.

O que caracteriza uma pessoa ou um ser?

Pessoa se caracteriza : porque tem uma Mente  e em João 14:26 vemos que o Espírito nos ensina todas as coisas e por isso tem uma mente.  Uma pessoa tem Sentimentos e em Efésios 4:30 lemos que o Espírito se entristece. Uma pessoa tem Vontade  e em I Coríntios.12:11 vemos que Ele dá dons a quem Ele quer dar. Então Ele tem uma mente, tem uma vontade e tem sentimentos.

 Além disso, Ele fala conosco como lemos em I Timóteo 4:1. Fala ao nosso coração e podemos entender  a sua voz.  Na Palavra lemos que o Espirito Santo é DEUS e  também é chamado de Espirito do Senhor ou Espirito de Deus ou Espirito de Jesus (Rom.8:9 e I Pe.1:11).  Entendemos então que existe um ministério que é confiado a Ele depois que Jesus subiu aos céus.

Jesus no Calvário abriu um Caminho e o Espírito Santo nos conduz espiritualmente a cada dia, nesse caminho, até chegarmos ao Pai. Ele é nosso Ajudador ( nos ajuda nas nossas  fraquezas, decepções e nas nossas escolhas)  e é  nosso Consolador e Conselheiro como lemos em João 14;10 e em todo o capítulo de João 16.
 

Como ter mais intimidade com o Espírito Santo? Esse relacionamento começa com Ele morando em nosso coração, quando aceitamos a Cristo como nosso Salvador e Senhor (I Cor.3:16). Mas onde temos deixado Ele ficar dentro da  nossa vida?  Ele está na sala do  nosso coração  como hospede  ou temos permitido Ele ir para cômodos mais íntimos da nossa alma?  Mas para isso Ele  precisa ser convidado e desejado. Ele deseja ser Senhor  do nosso coração e não apenas um hospede e nós precisamos permitir e querer esse domínio Dele sobre nós, tornando-o mais íntimo de nossas vidas.

 Ele quer controlar esses cômodos íntimos do nosso ser que são:

  • nossa alma ( sentimentos e emoções, desejos e pensamentos);
  • nosso caráter (o que aprendemos ao longo da vida);
  • nosso temperamento (fatores genéticos herdados).

 Permitir Ele controlar  esses cômodos não é ANULAR nosso EU!!! Não é fazer lobotomia em nós.  A cada dia tenho que me submeter a Ele para que eu seja dominado por Ele e não por meus desejos e sentimentos doentes e carnais. Ele só quer nos dominar para nós sermos fortalecidos  interiormente e não dominados por esse EU egoísta e decadente.

Em Efésios 3:16 lemos que  Ele quer fortalecer  nosso homem interior ou nossa alma para não sermos presas fáceis do Maligno  que usa nossa alma com suas debilidades para nos atacar e dominar.

Jesus nos advertiu em Mateus 26:41 que o nosso espirito está pronto mas a carne – natureza carnal  ou a alma é fraca. O Homem interior citado em  Efésios 3:16 significa exatamente a nossa alma composta por pensamentos; sentimentos e emoções; vontades e desejos carnais; caráter e temperamento.

Sabemos que nossa alma tem áreas que são abertas, outras áreas são fechadas com coisas que escondemos  porque nos envergonhamos delas e outras áreas com coisas que estão a nível do  desconhecido como o subconsciente onde estão traumas e sentimentos amargos e doloridos que nos acometeram no passado. O Espírito Santo  precisa que eu permita Ele entrar nessas áreas e trazer luz e cura. Em  Efésios 4:22-24 somos desafiados a  nos despir da alma velha com seus traumas e feridas e nos revestir de trajes novos e purificados.

O Espirito Santo quer também nos ungir para termos poder para testemunhar (Atos1:8), a exemplo do que  como Ele fez com Jesus em  Lucas 4:18-19 e com os apóstolos, concedendo a eles um  poder tremendo que fez a diferença para poderem enfrentar toda a oposição de Roma.

Precisamos ser cheios do Espirito  para termos essa mesma unção!!! Unção que em grego  é DUNAMIS,  significando que é uma explosão que nos faz romper com nossas amarras, medos e nos faz vencermos as circunstancias negativas dessa vida.

Ser cheio do Espírito é buscar ser maduro se alimentando do Fruto do Espirito Santo como lemos em  Gálatas 5:22-23. Essas qualidades do Fruto são necessárias para que eu possa amadurecer o meu caráter e trabalhar o meu temperamento. Os dons espirituais edificam a igreja, porém o Fruto do Espirito edifica o meu caráter e o meu temperamento.

Ser cheio é ir a fonte de águas do Espirito como lemos em João 7:38-39 onde somos incentivados a ter sede dessa fonte eterna e beber até  não ter mais nada de você em seu interior mas sim tudo do Espirito em você. É beber até seu homem interior ser totalmente purificado e transformado e inundado por essas águas que fluem do Espírito de Deus. Experimente e faça a diferença em sua vida cristã. Embriague-se do Espirito Santo.

 

racchel_motta_foto

Racchel Vieira Motta – Bel. Teologia – IEBV

Share