Simplesmente Creia

Simplesmente Creia

SIMPLESMENTE CREIA

Que este devocional da Igreja Batista da Praia da Costa possa falar o seu coração, assim como falou ao meu. Independentemente do que você esteja passando, confie e creia que o Deus do impossível está contigo. Simplesmente creia.

“Minha harpa está afinada para cantos fúnebres, e minha flauta para o som de pranto.” (Jó 30.31)

Os dias de Jó estão cheios de dor e tristeza. Perdas irreparáveis e suas orações não são ouvidas. Não do modo como tantas vezes foram. Deus agora não lhe retorna com confirmações. Ele sente-se ignorado diante de um indesejável e contínuo silêncio divino que o consome. Melhor seria a morte e, como diz no verso de hoje, ele está preparado. Que ela venha e que venha cedo, o mais rápido possível.

O texto de Jó 30 e 31 descreve um homem em dores, vazio de tudo, sem nada a que se apegar. Não há nenhuma razão pela qual viver. Acabou a vida. Diante dele, somente a morte. Ao ler estes capítulos de Jó, vejo-me diante de um homem afligido de um modo que nunca fui e, sinceramente, espero jamais ser. Não sou como ele e não sei se suportaria! Mas sei, como você também, o que é sentir dor, sentir-se sozinho e incapaz, perdido e na sombra.

Jó nos dá lições de coragem colocando os pés no chão de espinhos da minha própria vida. Ao ler seus lamentos nestes capítulos ouço o Espírito de Deus dizendo: fale sobre suas dores! Não as negue, não fuja delas, são sua vida, seu momento, é você. Jó me ensina que devoção a Deus é um jeito de existir e lidar com o que está diante de nós. Ler Jó é ver reunida, num única biografia, a dor de todos. Por isso ele é o exemplo de devoção para todos nós.

Jó quer morrer e sente que não resta mais nada. Ele não é o primeiro a sentir-se assim, nem nas Escrituras e nem na vida. Talvez você seja um de nossos companheiros na fila dos que se desinteressam pela vida em algum momento. Em Jó há muita dor e muito pertencimento a Deus. Ele sabe que seu Redentor vive, mesmo que esteja calado, irritantemente calado. Mas é de Deus a última palavra!

Para Jó parece ser o fim, mas Deus lhe reserva surpresas, quem sabe para você também! Jó não sabe e nem precisa saber. Deve apenas crer e deixar-se nas Mãos de Deus. Acredito que é o que está fazendo. É isso que tantas vezes me falta. Pois crer é, na verdade, o que sempre devemos fazer. Mesmo que a vida nos desiluda, Deus é confiável!

 

Larissa Motta – Advogada e Membro da PIBPC
jovens@apazdosenhorjesus.com

foto_larissa

 

Share